João Bosco Stecca
Natural de Itapira-SP, é Percussionista e Professor da Orquestra Sinfônica da Unicamp-OSU, Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas-OSMC e da Escola Livre de Música da Unicamp-ELM (ex-Unibanda). É também percussionista convidado da Orquestra Sinfônica de Bragança Paulista-OSBP e da Orquestra Sinfônica de Piracicaba-OSP, ambas do estado de São Paulo.

Orientador e regente da Banda Anacleto de Medeiros da Unicamp e da Orquestra Comunitária da Unicamp, presidente da Associação dos Amigos da Orquestra Comunitária da Unicamp-AMOCAMP e coordenador do Projeto Sant’Anna Gomes da Unicamp.

Estudou na Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP e percussão com Cláudio Stephan (BRA), Luiz Almeida da Anunciação (BRA) e Christoph Caskel (GER).

Foi condecorado em 1992, 1999, 2003 e 2008 pela Câmara Municipal de Campinas com a “Medalha Carlos Gomes", em reconhecimento pelo seu trabalho prestado à Campinas no campo artístico-musical, e sócio-cultural.

Em 1995 foi convidado a participar da inauguração do Centro de Convenções Internacional de Nagaragawa, na cidade de Gifu no Japão, junto com o Grupo Yanagase - Grupo de Percussão Japonês de Taikôs (tambores japoneses). Na turnê pelo Japão fez também apresentações em escolas de 1º e 2º graus com workshops de percussão brasileira.

Em 1996 foi convidado a participar do Projeto Unibanda da Unicamp, atual ELM, como orientador e professor de teoria musical, rítmica, percepção musical e percussão erudita.

Em 1998 fundou na Unibanda a Banda Anacleto de Medeiros da Unicamp onde é seu diretor artístico e regente titular.

Em 2000 criou na universidade, o Projeto Sant'Anna Gomes, trabalho de resgate das músicas da Família Gomes de Campinas para Camerata, Banda e Orquestra.

Em 18 de julho de 2001 fundou a Orquestra Comunitária da Unicamp-www.amocamp.org.br, uma orquestra-escola de extensão universitária sócio-cultural para atender a comunidade, sobretudo a carente, a partir de 13 anos até a 3ª idade, no aprendizado de instrumentos de orquestra, prática em conjunto e se expressar através da música. É seu diretor artístico e regente titular.

Em 2001 foi convidado a reger a Banda Sinfônica Municipal de Sumaré no Iº Encontro Internacional da Associação dos Trompetistas do Brasil, onde teve como solista, o primeiro trompetista Charles Schlueter da Boston Symphony Orchestra (USA). Neste mesmo ano fundou a Escola de Música e a Banda Municipal de Jacutinga, Minas Gerais.

Em janeiro de 2002 criou e coordenou o Iº Festival de Concertos e o Iº Curso de Música de Férias do Sul de Minas, sediado na cidade de Campanha-MG, onde se apresentou com a Banda Anacleto de Medeiros da Unicamp em várias cidades do Sul de Minas Gerais.
Em novembro de 2002 se apresentou com a Banda Anacleto de Medeiros da Unicamp na Iª Conferência Regional Sul-Americana de Compositores, Arranjadores e Regentes de Banda Sinfônica em Tatuí – SP, junto com as melhores bandas do país.

Em outubro de 2002, 2003, 2004 e 2005 participou com a Banda Anacleto de Medeiros da Unicamp da Abertura Oficial da VI, VII, VIII e IX Semana Espanhola de Campinas em sessão solene com a Câmara Municipal de Campinas, sempre com um programa especial dedicado à colônia espanhola.

Em 11 de agosto de 2003 fez o ensaio inaugural da Orquestra de Sopros da Unicamp, onde foi um dos fundadores.

Em janeiro de 2004 esteve na Espanha junto à Banda Sinfônica Municipal de Madrid onde estudou e trabalhou com Regentes, Compositores e Arranjadores de Banda Sinfônica Espanhola. Nesse mesmo ano fundou a Escola de Música e a Orquestra Municipal de Ouro Fino, Minas Gerais.

Em julho de 2005 se apresentou com a Banda Anacleto de Medeiros da Unicamp no 15º ENEP – Encontro Nacional de Educadores em Paulínia-SP; e em dezembro foi convidado a reger a Banda Santa Cecília de Paulínia-SP com um programa especial de natal.

Em janeiro de 2006 foi indicado por unanimidade pelos membros da AMLAC – Academia Metropolitana de Letras, Artes e Ciências sediada na cidade de Vinhedo-SP, para ocupar a cadeira de número 04, onde inaugura a cadeira e homenageia como patrono o grande músico, compositor campineiro Maestro José Pedro de Sant’Anna Gomes, irmão mais velho do Maestro Antônio Carlos Gomes. A indicação foi em reconhecimento pelo seu trabalho sócio-cultural junto à Orquestra Comunitária da Unicamp e pelo resgate das músicas da Família Gomes de Campinas.

Em junho de 2007 apresentou junto à Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas a “Sinfonia Ecológica Brasileira”, nas cidades de Corumbá e Campo Grande no Estado de Mato Grosso do Sul e no Teatro Karl Marx em Havana, Cuba, a convite do Ministro da Cultura de Cuba.

Em 2008 gravou ao vivo junto à Orquestra Comunitária da Unicamp os DVDs: “Concerto das Crianças”, revelando talentos infanto-juvenis de 6 a 16 anos de idade; e o “Concerto Especial Maestro José Pedro de Sant’Anna Gomes”, trabalho de pesquisa de oito anos, de resgate das suas músicas para Camerata, Banda e Orquestra, em comemoração aos 100 anos de seu falecimento.

Em junho de 2009 foi convidado pela Fundação Filarmônica de San Pedro Sula, Cortés, Honduras, América Central a reger como maestro convidado a V Temporada de Concertos da Orquestra de San Pedro Sula.

Em agosto de 2010 fez uma turnê junto à Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas, onde se apresentou nas capitais do nordeste brasileiro.

Em outubro de 2011 conseguiu junto ao Instituto Robert Bosch, uma doação para a compra de instrumentos de percussão para a Orquestra Comunitária da Unicamp.

Em novembro de 2011 conseguiu junto à reitoria da Unicamp o reconhecimento do seu trabalho junto à Orquestra Comunitária da Unicamp através da resolução GR-048/2011 e publicada no DOE em 23 de dezembro de 2011-pg.51, onde é institucionalizada como “Projeto de Extensão Orquestra Comunitária da Unicamp” pertencente à Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários - PREAC, com sede no Espaço Cultural Casa do Lago.

Em março de 2012 fundou junto com a Profª Sarah Selles, a Orquestra de Flautas Transversais da Unicamp, como mais um projeto do “Projeto de Exensão Orquestra Comunitária da Unicamp”.

É membro da PAS Percussive Arts Society, sediada na cidade de Lawton, Oklahoma-USA, e da WASBE World Association for Symphonic Bands and Essembles, sediada na cidade de Skien, na Noruega.

Histórico completo